ONU apela a mais apoio contra o tráfico de drogas na Guiné-Bissau (Português para África)

23 julho 2008

Representante das Nações Unidas está preocupado com narcotráfico no país; autoridades guineenses apreeendem dois aviões.~~

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.*

O representante especial do Secretário-Geral da ONU para a Guiné-Bissau, Shola Omoregie, apelou à comunidade internacional para apoiar a luta da Guiné-Bissau contra o narcotráfico.

Numa declaração emitida esta quarta-feira, Omoregie afirma que a presença de dois aviões no aeroporto internacional de Bissau é um sinal preocupante.

Tráfico

Segundo agências de notícias, os dois aviões foram apreendidos pelas autoridades de Bissau durante o fim-de-semana. Ambas as aeronaves estariam alegadamente envolvidas no tráfico de drogas.

O encarregado de informação do Gabinete das Nações Unidas para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau, Vladimir Monteiro, referiu porque razão o país é vulnerável aos traficantes.

Ponto Fraco

“É um ponto fraco porque para já as autoridades não dispõem de muitos meios. É um país que oferece condições geográficas que facilitam essa permanência dos narcóticos, tendo um arquipélago de mais ou menos 50 ilhas abandonadas que são as ilhas Bijagós”, disse.

Segundo a declaração, em Outubro deste ano a Comunidade de Estados da África Ocidental, Cedeao, vai realizar na capital cabo-verdiana, Cidade da Praia, uma conferência regional sobre o tráfico de drogas na África Ocidental.

A Conferência Internacional sobre Tráfico de Drogas na Guiné-Bissau teve lugar em Dezembro de 2007 na capital portuguesa, Lisboa. Os doadores comprometeram-se a doarem US$6,7 milhões de dólares para o Plano de Emergência para Combate ao Narcotráfico e Crime Organizado.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud