Perspectiva Global Reportagens Humanas

Aipim é chave contra crise alimentar

Aipim é chave contra crise alimentar

Segundo cientistas, legume integra dieta de 105 países em três continentes; mandioca também é útil na produção de etanol.

João Duarte e Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.*

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, informou que a mandioca, também conhecida como aipim, pode ser um elemento-chave na luta contra a crise alimentar.

A declaração foi feita durante um reunião de pesquisadores em Gent, na Bélgica.

Investimentos

No evento, foi lançada ainda a chamada Parceria Global da Mandioca, uma iniciativa para promover mais investimentos em pesquisa e produção do legume.

Segundo os pesquisadores, os governos devem apostar no potencial da mandioca como base da produção de biocombustíveis.

De acordo com a FAO, o aipim integra a dieta básica de cerca de 105 países na África, na Ásia e na América Latina. Dados da agência indicam que a produção global de aipim registrou 226 milhões de toneladas em 2006.

No momento, a colheita de mandioca atinge apenas 20% do seu potencial por falta de melhores condições de produção.