ONU espera que OMC retome ronda de Doha ainda este ano

31 julho 2008

Em conversa telefónica com director-geral da OMC, Pascal Lamy (foto), Ban Ki-moon lamentou falta de acordo.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, lamentou o resultado das negociações da Ronda de Doha, interrompidas sem acordo, esta terça-feira, em Genebra, na Suíça.

Ban conversou, por telefone, com o director-geral da Organização Mundial do Comércio, OMC, Pascal Lamy, e disse que espera que a Ronda de Doha possa ser retomada ainda este ano.

Agenda

Numa nota, Ban disse que estava preocupado com o efeito do impasse sobre os países em desenvolvimento.

A Ronda de Doha, iniciada em 2001, pretende liberalizar o comércio mundial.

A última tentativa de revitalizar as negociações terminou esta terça-feira após desentendimentos sobre regras de importação.

Segundo o director-geral da OMC, os países concordaram com 18 dos 20 tópicos da agenda.

Ban Ki-moon disse que o sucesso nas negociações seria importante, principalmente, num momento em que o mundo enfrenta grandes desafios incluindo mudanças climáticas, pobreza, crises alimentar e económica para além do aumento no proteccionismo dos mercados.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud