Relatores condenam desaparecimentos no Sri Lanka

Relatores condenam desaparecimentos no Sri Lanka

Grupo da ONU sobre Desaparecimentos Forçados disse que 22 pessoas incluindo mulheres desapareceram durante os últimos dois meses.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

Um grupo de relatores da ONU afirmou que o governo do Sri Lanka precisa de investigar uma onda de desaparecimentos no país de mulheres e trabalhadores de ajuda humanitária.

Segundo o Grupo de Trabalho sobre Desaparecimentos Forçados e Involuntários, o comunicado foi formalizado e entregue ao governo após o desaparecimento de 22 pessoas nos últimos dois meses.

Desaparecimentos

Entre as vítimas estão mulheres e trabalhadores de ajuda humanitária.

No mês de maio desapareceram 18 pessoas.

Segundo os relatores da ONU, muitos preferem não registar os casos devido a receio de represálias.

O grupo pediu ao governo que tome medidas eficientes para prevenir e acabar com a vaga de desaparecimentos.

Apresentação*: João Duarte, da Rádio ONU em Nova York.