ONU assinala Dia Mundial contra o Trabalho Infantil

12 junho 2008

Segundo a Organização Internacional do Trabalho, a solução passa por investir na educação primária.

Iara Luchiari, Rádio ONU em Nova York.*

A ONU assinala esta quinta-feira o Dia Mundial contra o Trabalho Infantil.

A Organização Internacional do Trabalho, OIT, chamou a atenção para a importância da educação no combate a este problema.

Segundo o director-geral da OIT, Juan Somavia, o direito à educação ocupa uma posição central entre os direitos humanos e é essencial que todas as crianças tenham acesso à escola.

Cerca de 165 milhões de crianças entre os 5 e os 14 anos de idade não frequentam a escola, revelam dados da OIT.

Angola e Moçambique

A programadora sénior do programa para eliminação do trabalho infantil da OIT, Anita Amorim, falou à Rádio ONU, de Genebra, sobre um projecto do governo brasileiro para o combate ao tráfico infantil em Angola e Moçambique.

“O governo brasileiro assinou com a OIT, um memorando de entendimento em dezembro de 2007 na área de cooperação Sul-Sul de combate ao trabalho infantil e dentro dos grupos prioritários tem países de língua portuguesa em África e na América Latina. No quadro dos países de língua portuguesa temos um programa financiado pelo Brasil para Angola e Moçambique que tem como objectivo a capacitação dos parceiros sociais na área de combate ao trabalho infantil aproveitando a experiência que o Brasil já tem”, disse.

O dia mundial contra o trabalho infantil é marcado no mundo inteiro com actividades para o reforço da mensagem: “Educação, a resposta certa contra o trabalho infantil”.

Apresentação*: João Duarte, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud