Unesco discute radicalização da juventude (Português para África)

16 junho 2008

Encontro no Bahrein procura formas positivas de influenciar a vida dos jovens.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, inciou esta segunda-feira um encontro no Bahrain para debater o problema da radicalização da juventude.

O objectivo do encontro é debater formas de envolver a juventude em actividades que forneçam opções positivas para o seu futuro.

Representantes

Participam representantes de cerca de uma centena de países, organizações não governamentais, fundações, sector privado e governos locais e nacionais.

O actual líder da Aliança das Civilizações, Jorge Sampaio, disse à Rádio ONU em Nova York, antes do encontro que o diálogo inter-culturas é importante.

Diálogo

“A Aliança das Civilizações é também um desafio aos estados porque são os estados que a compõem. Os estados têm que assumir políticas de diálogo intercultural a nível interno e na sua própria região e têm que ter os coordenadores nacionais para efeitos da Aliança”, afirmou.

No final do encontro, que termina esta quarta-feira, os participantes pretendem chegar a acordo sobre estratégias, prácticas, parcerias e medidas para enfrentar o desafio global da radicalização violenta da juventude.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud