Violência pode comprometer eleições no Zimbabué

18 junho 2008

Declarações do Secretário-Geral foram feitas durante uma reunião com a Assembleia Geral.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, afirma que a continuação da violência no Zimbabué poderá colocar em risco a legitimidade da segunda volta das eleições no país previstas para o dia 27 deste mês.

Ban fez as declarações durante uma reunião com a Assembleia Geral da ONU na qual tratou de outros assuntos.

Expulsão

Esta terça-feira um funcionário de direitos humanos foi expulso do Zimbabué.

A alta comissária de Direitos Humanos da ONU, Louise Arbour, classificou esta expulsão como um acto lamentável.

Falando a jornalistas em Genebra, Arbour afirma que as expulsões de funcionários internacionais do Zimbabué tornaram-se frequentes.

Desapontada

A alta comissária de Direitos Humanos diz que ficou desapontada e que esperava mais cooperação por parte das autoridades. Para Arbour, este desenvolvimento é consistente com um padrão adoptado pelo governo de não cooperação com várias agências internacionais.

O secretário-geral assistente das Nações Unidas para Assuntos Políticos, Haile Menkerios, continua a sua visita ao Zimbabué.

Esta quarta-feira Menkerios reuniu-se com o candidato da oposição, Morgan Tsvangirai, a Comissão Eleitoral, líderes religiosos e grupos da sociedade civil.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud