Ban condena atentado no Iraque que matou dezenas

Ban condena atentado no Iraque que matou dezenas

Com pelo menos 63 mortos, o ataque foi considerado o pior, em Bagdade, nos últimos três meses.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon (foto), condenou o atentado ocorrido esta terça-feira na zona norte de Bagdade, a capital do Iraque.

Numa declaração emitida pelo porta-voz, o Secretário-Geral da ONU enviou as suas condolências às famílias das vítimas do que descreveu como um ataque horrível.

Mortos

Segundo agências de notícias, o ataque provocou 63 mortos e um número indeterminado de feridos. Tratou-se do pior ataque na capital iraquiana dos últimos três meses.

De acordo com informações, um carro armadilhado explodiu no final da tarde num terminal de transportes que se encontrava apinhado de gente.

Informações de agências sugerem que o fogo da explosão incendiou um gerador que se encontrava nas proximidades que por sua vez espalhou as chamas por um edifício de dois andares.

Trégua

Nesta quarta-feira, a porta-voz de Ban Ki-moon, Michele Montas, disse que ele elogiou o anúncio do fim da onda de violência entre Israel e Gaza.

Na nota, Ban disse que espera que os esforços levem segurança e alívio para a situação humanitária em Gaza e o fim dos ataques com morteiros contra alvos israelitas.

O Secretário-Geral elogiou o Egipto pelos seus contínuos esforços para alcançar a calma através do acordo.