Missão dos EUA faz mesa redonda sobre Zimbábue BR

Missão dos EUA faz mesa redonda sobre Zimbábue

Eleições presidenciais de 27 de junho e violência que antecede 2º turno serão debatidas no encontro, em Nova York.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

A Missão dos Estados Unidos nas Nações Unidas organizou uma mesa redonda para debater a situação no Zimbábue.

O debate foi mediado pela secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, contou ainda com a participação do ministro das Relações Exteriores do Burkina Fasso, Djibril Bassole.

Violência

A mesa debateu o segundo turno das eleições presidenciais, marcadas para 27 de junho.

O Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas recebeu uma série de relatos sobre alegações de intimidação e violência políticas além de assassinatos de opositores do governo do presidente Robert Mugabe.

Ele está concorrendo com o líder da oposição, Morgan Tsvangirai.

Durante uma reunião na Assembléia Geral, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que está preocupado com os relatos de violência. Segundo ele, caso a situação não mude, a legitimidade do pleito pode ser colocada em questão.

O secretário-geral assistente das Nações Unidas para Assuntos Políticos, Haile Menkerios, se encontra no Zimbábue em reunião com várias autoridades, representantes da Comissão Eleitoral, líderes religiosos e membros da sociedade civil.

Apresentação*: Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.