Água e governância são fundamentais, diz ONU (Português para África)

Água e governância são fundamentais, diz ONU (Português para África)

Corrupção e má governância são os principais problemas por detrás da actual crise; Ásia e África são os principais continentes afectados.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud, lança esta quarta-feira, em conjunto com a ONG Transparência Internacional um relatório sobre corrupção no sector da água.

Segundo o relatório “Corrupção Global 2008: Corrupção no Sector da Água”, a gestão dos recursos hídricos é fundamental para o alívio da pobreza.

Acesso

De acordo com dados fornecidos pelo documento, actualmente mais de mil milhões de pessoas não têm acesso a água potável e 2,4 mil milhões não têm saneamento básico.

Na apresentação do relatório, a directora da Transparência Internacional, Huguette Labelle, afirmou que a água poderia tornar-se fonte generalizada de conflitos no futuro.

Governância

O continente mais afectado é África enquanto a Ásia tem o número mais elevado de pessoas sem acesso a saneamento básico.

Segundo o documento, a actual crise que se verifica deve-se não à falta de recursos naturais mais sim a falhas profundas de governância no sector da água.

De acordo, o Pnud a solução passa por uma abordagem integrada através de sistemas eficazes de governância.

Para este orgão, é fundamental integrar os sistemas políticos, sociais, económicos e administrativos de forma a garantir uma gestão eficaz dos serviços de água a todos os níveis.