ONU levará crise alimentar à reunião do G-8 (Português para o Brasil)

ONU levará crise alimentar à reunião do G-8 (Português para o Brasil)

Secretário-Geral (foto) diz que irá concentrar apresentação em preço dos alimentos, efeito estufa e Metas do Milênio durante encontro no Japão.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que levará a questão da crise alimentar à reunião do G-8, marcada para julho no Japão.

O G-8 é formado pelos sete países mais industrializados do mundo acrescido da Rússia.

Sementes

Além da crise gerada pela alta no preço dos alimentos, Ban Ki-moon também debaterá os efeitos da mudança climática e as Metas do Milênio da ONU.

O anúncio foi feito após uma reunião de alto nível em Nova York da Força-Tarefa de Ação Global sobre a Crise Alimentar. O grupo foi formado pouco antes da reunião sobre Segurança Alimentar que ocorreu em Roma, no início deste mês.

Ban Ki-moon afirmou que somente uma ação global pode contornar a crise que ameaça lançar mais 100 milhões de pessoas na pobreza extrema.

Participam da força-tarefa os líderes do Banco Mundial, do Fundo Monetário Internacional e representantes da sociedade civil e do setor privado.

A Assembléia Geral da ONU já anunciou que irá organizar várias reuniões, nos próximos meses, para tratar do tema, de forma coordenada.

Entre as medidas imediatas propostas pela ONU estão o aumento de programas de fornecimento de alimentos e o envio de sementes e fertilizantes para agricultores dos países em desenvolvimento.

O encontro do G-8 está marcado para 7 a 9 de julho no Japão.