OMS lança lista de itens para cirurgias seguras (Português para o Brasil)

25 junho 2008

Segundo agência da ONU, cerca de 234 milhões de operações são realizadas anualmente; até 10% dos pacientes, em países pobres, morrem na mesa de operação.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, lançou nesta quarta-feira uma lista de checagem de itens para realização de cirurgias com segurança.

A iniciativa pretende reduzir os casos de complicações pós-operatórias e até mesmo mortes.

Instrumentos

Um estudo da OMS sugere que nos países em desenvolvimento, cerca de 5% a 10% dos pacientes morrem durante operações.

De acordo com a agência da ONU, 234 milhões de cirurgias são realizadas todos os anos.

Pela lista, o pessoal de saúde terá que checar todos os instrumentos e a situação do paciente antes e durante a anestesia, e antes que o paciente deixe a sala de operação.

A diretora-geral da OMS, Margaret Chan, afirma que a lista pode ajudar a reduzir o grande número de mortes e lesões causadas por operações mal feitas.

Anestesia Geral

Na África Sub-Sahaariana, 1 em 150 doentes morre durante a anestesia geral.

Complicações pós-cirúrgicas também atingem até 16% de pacientes nos países desenvolvidos, onde infecções hospitalares representam um risco sério.

De acordo com um projeto-piloto com 1 mil pacientes em oito países, a lista ajudou a reduzir, em grande número, casos de complicações pós-operatórias.

A edição final da lista deve ser publicada antes do fim do ano.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud