ONU condena recrutamento de crianças-soldado (Português para África)

26 junho 2008

Secretário-Geral quer libertação de mulheres e menores do Exército de Libertação do Senhor, no Uganda.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, publicou um relatório adicional sobre crianças e conflitos armados no Uganda.

No documento, Ban afirma que o enviado especial para as Áreas Afectadas pelo Exército de Libertação do Senhor, o ex-presidente de Moçambique Joaquim Chissano, entregou uma mensagem do grupo de trabalho do Conselho de Segurança sobre Crianças e Conflitos Armados ao chefe da delegação do Exército de Libertação do Senhor nas conversações de paz de Juba.

Crianças-soldado

A mensagem conteria, entre várias coisas, uma forte condenação do recrutamento contínuo e uso de crianças-soldado pelo Exército de Libertação do Senhor, LRA.

No relatório, Secretário-Geral pediu ao LRA que forneça uma lista completa com os nomes e idades de mulheres e crianças que fariam parte das suas fileiras para efeitos de verificação e libertação imediata.

O Secretário-Geral pretende que vários orgãos da ONU desenvolvam uma estratégia comum para aumentar a capacidade regional de acompanhar o uso de crianças e as operações de recrutamento transfronteiriças por parte do LRA.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud