ONU contribui para reintegração de ex-combatentes

30 junho 2008

Programa no Sudão requer US$ 430 milhões durante um período de quatro anos.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud, o governo de unidade nacional do Sudão e o governo do sul do Sudão assinaram um acordo para apoiar a reintegração de 180 mil ex-combatentes cujo objectivo é facilitar a sua transição para a vida civil.

A assinatura decorreu em Genebra, na Suíça, a 25 de junho, durante a conferência de doadores para Desarmamento, Desmobilização e Reintegração que contou com a participação do governo do Japão.

Apoio

Durante o encontro os doadores reiteraram o seu apoio ao programa de desmobilização do Sudão que requer US$ 430 milhões durante um período de quatro anos.

O programa fornece assistência social, económica e psicológica com vista à reintegração dos combatentes.

Implementação

Durante os próximos quatro anos o Pnud vai trabalhar com as comissões de desarmamento, desmobilização e reintegração do norte e sul do Sudão a fim de implementarem o programa.

Este programa constitui uma parte crítica do acordo geral de paz para o Sudão assinado em Janeiro de 2005 e que colocou um ponto final num dos mais longos conflitos em África.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud