PAM aumenta auxílio alimentar à Coreia do Norte

PAM aumenta auxílio alimentar à Coreia do Norte

Acordo assinado vai permitir chegar a mais de 5 milhões de pessoas em risco de fome e sub nutrição.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

O Programa Alimentar Mundial, PAM, anunciou a criação de um acordo com a Coreia do Norte que abre as portas à rápida expansão das operações da agência da ONU no país.

Segundo o PAM, a agência passará a fornecer assistência alimentar a 5 milhões de pessoas.

Esforços

De acordo com a agência da ONU, trata-se de um desenvolvimento significativo nos esforços com vista a alimentar as populações que correm riscos de fome e subnutrição. Este acordo, diz o PAM, vai permitir o acesso a áreas até agora fora do alcance da agência.

A Organização da ONU para Agricultura e Alimentação, FAO, estima que o país enfrenta uma escassez alimentar de mais de 1,5 milhão de toneladas de cereais.

Acordo

O acordo foi assinado na sexta-feira e no domingo chegou ao país o primeiro navio com a primeira parte de um carregamento de auxílio alimentar que chegará a 500 mil toneladas.

Segundo o PAM, os Estados Unidos, Coreia do Sul e Federação Russa são os principais doadores.

A expansão das operações do PAM na Coreia do Norte segue-se à deterioração das condições de segurança alimentar no país depois de inundações em Agosto de 2007 e várias colheitas fracas.