ONU pede fim de ataques no norte de Darfur (Português para África)

ONU pede fim de ataques no norte de Darfur (Português para África)

Coordenadora Humanitária da ONU no Sudão disse estar profundamente preocupada com atentados contra civis.

Iara Luchiari, Rádio ONU em Nova York*.

A Coordenadora Humanitária das Nações Unidas para o Sudão, Ameerah Haq, pediu o fim da violência no norte de Darfur e acesso imediato às zonas atingidas durante um ataque a fim de remover os feridos.

Haq fez a declaração em Oslo, na Noruega, dois dias depois de um ataque aéreo ter morto pelo menos três pessoas e feito oito feridos no norte de Darfur durante o fim de semana.

Segundo a Missão da União Africana e das Nações Unidas no Sudão, Unamid, o ataque foi levado a cabo pela força aérea sudanesa.

O comandante da Unamid e chefe da comissão de cessar-fogo, general Martin Luther Agwai, afirma que os ataques são actos inaceitáveis contra civis que agravam a situação de insegurança aumentando o sofrimento humano.

Crianças

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, disse que está preocupado com o número de crianças mortas nos últimos dois ataques ocorridos no Norte de Darfur.

De acordo com a agência cerca da metade das pessoas atingidas pela violência em Darfur são crianças. Além disso, mais de 1 milhão foram deslocadas por causa da violência.

O Unicef pediu ao governo dos países e aos partidos envolvidos nos conflitos para tomarem medidas que evitem que crianças morram durante este conflitos.

Áreas Neutras

O Unicef também lembrou que escolas, hospitais e outros centros de assistência humanitária são zonas neutras e não devem ser alvo de violência. De acordo com leis internacionais, as crianças devem ser protegidas durante as operações militares.

A vice secretária-geral da ONU, Asha-Rose Migiro, afirma que a comunidade internacional precisa de prestar atenção ao sul do Sudão e aumentar o apoio com vista à recuperação e desenvolvimento.

As declarações de Migiro foram feitas durante o encontro do Consórcio para o Sudão, com sede em Oslo na Noruega, que está reunido para avaliar os progressos alcançados pelo Acordo de Paz entre o Norte e o Sul do país.

Apresentação*: João Duarte, Rádio ONU em Nova York.