Corpo de militar morto no Haiti retorna ao Brasil (Português para o Brasil)

Corpo de militar morto no Haiti retorna ao Brasil (Português para o Brasil)

Tropas de paz da ONU prestaram homenagem a Carlos Freires Barbosa, que morreu de aneurisma aos 36 anos.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

O Batalhão Brasileiro da Missão das Nações Unidas no Haiti, Minutah, informou que o corpo do sargento da Marinha, Carlos Freires Barbosa, já deixou o Haiti.

O militar, de 36 anos, morreu em 1º de maio de um aneurisma.

Honras

Ele servia nas forças de paz da ONU, e estava no Haiti há apenas alguns meses.

O comandante do Batalhão Brasileiro, coronel Paul Cruz, disse à Rádio ONU, de Porto Príncipe, que antes do traslado, os bóinas-azuis da Missão da ONU no país, Minustah, se despediram do colega numa cerimônia com honras militares.

“Houve uma solenidade aqui, no Haiti, para o início do traslado mas o corpo será velado pela famiília no Brasil”, disse.

A família do sargento deverá receber o corpo de Freires Barbosa no Rio de Janeiro, onde o militar morava.

O fuzileiro naval era casado e tinha um filho.

Segundo o médico do Batalhão, Roberto Albuquerque, o militar se sentiu mal nas dependências da Minustah quando navegava na internet.

Le foi levado ao Hospital Argentino, mas não resistiu a uma hemorragia cerebral.