Reunião de força-tarefa contra crise alimentar abre na ONU

Reunião de força-tarefa contra crise alimentar abre na ONU

Encontro na sede em Nova York é dirigido pelo Secretário-Geral, Ban Ki-moon.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, dirigiu esta segunda-feira a primeira reunião de trabalho da força-tarefa formada para responder à crise alimentar mundial.

Participaram na reunião, à porta fechada, chefes de agência e programas da organização.

Leia o boletim de Eduardo Costa, da Rádio ONU em Nova York.

“De acordo com o Banco Mundial, a crise na alta de preço dos alimentos pode lançar mais 100 milhões de pessoas na pobreza extrema.

No início de junho, a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, realiza em Roma, na Itália, uma conferência internacional para tratar da questão.

Numa carta enviada aos chefes de Estado e governo dos 192 países-membros da ONU, Ban Ki-moon pediu a presença de todos no evento, que deve discutir medidas de curto e longo prazos contra a crise alimentar”.

Nesta segunda-feira, a FAO divulgou um relatório sobre a possibilidade de produção recorde de arroz na América Latina, na África e na Ásia. Mas segundo o estudo, apesar do provável crescimento na produtividade, os preços continuarão altos.

Segundo o relatório, o aumento será de 2,3% nas colheitas o que elevará a produção mundial para cerca de 600 milhões de toneladas.