Conselho de Segurança revê Sudão

Conselho de Segurança revê Sudão

Ataques recentes perto da capital, Cartum, são um dos recentes exemplos de insegurança.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Segurança da ONU debateu esta quarta-feira a situação no Sudão.

O sub-secretário geral para as operações de manutenção de paz, Jean-Marie Guéhenno, falou sobre a recente vaga de violência incluindo os ataques lançados pelo Movimento para Justiça e Igualdade, JEM, nos arredores de Cartum.

Movimento

Guéhenno afirmou estar preocupado com o movimento de um largo número de combatentes do JEM de Darfur em direcção à capital.

Segundo o sub-secretário geral este incidente mostra os fracos recursos da força de paz mista Nações Unidas – União Africana, Unamid.

Esta terça-feira o Conselho de Segurança emitiu uma declaração presidencial na qual condenou os ataques ocorridos nas proximidades de Cartum, apelando ao fim imediato da violência e o empenho numa solução pacífica.

Aumento

O Conselho de Segurança foi informado sobre o recente aumento de violência em Darfur, em particular, nas últimas seis semanas.

Guéhenno disse que recebeu informações de que os combates envolveram as Forças Armadas Sudanesas e os rebeldes assim como várias facções rebeldes entre si.