Derrames e infartos matam mais, diz OMS

Derrames e infartos matam mais, diz OMS

Doenças ultrapassam casos de diarréia, HIV e malária, segundo relatório da Organização Mundial da Saúde.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

Um relatório da Organização Mundial da Saúde, OMS, sugere que doenças crônicas como, por exemplo, derrames e infartos são as maiores causas de morte no mundo.

Elas ultrapassaram casos de outras doenças contagiosas como Aids, malária, diarréia e tuberculose.

Associação

Os dados foram apresentados num estudo durante a Assembléia da Organização Mundial da Saúde, em Genebra, na Suíça.

O diretor do Departamento de Saúde, Estatística e Informática da OMS, Ties Boerma, disse que apesar da associação entre doenças contagiosas e países em desenvolvimento, a maior parte de mortes agora está sendo causada por doenças crônicas.

O relatório da OMS também revela um leve aumento na expectativa de vida dos países do leste europeu desde 1950.