Perspectiva Global Reportagens Humanas

Brasil no Conselho de Direitos Humanos

Brasil no Conselho de Direitos Humanos

Brasil vai reforçar o papel dos países lusófonos no seio do Conselho; Angola também está no organismo.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

O Brasil foi re-eleito esta quarta-feira para o Conselho de Direitos Humanos. Com o novo mandato o país deverá permanecer no órgão até 2011.

O Brasil recebeu 175 votos ficando atrás do Chile com 176 votos e à frente da Argentina com 172.

Timor-Leste

O outro candidato de língua portuguesa, Timor-Leste, concorreu pela região da Ásia e recebeu 92 votos mas não conseguiu a eleição.

O representante de Angola nas Nações Unidas, em Genebra, embaixador Arcanjo Nascimento, disse à Rádio ONU que a vitória de países de língua portuguesa ajuda a reforçar o papel das nações lusófonas no conselho.

Apoio

“O Brasil é um Estado bastante importante. Tem sido bastante solidário com as posições tomadas não só por Angola mas por todo o Grupo Africano, e acredito, que receberá um apoio massivo”, disse.

O Conselho de Direitos Humanos tem 48 membros com mandatos que variam de 1 a 3 anos. O mandato actual do Brasil expira a 18 de junho.

O outro país lusófono no conselho é Angola com mandato até 2010.

Apresentação*: João Duarte, Rádio ONU em Nova York.