Perspectiva Global Reportagens Humanas

Mianmar receberá agências estrangeiras

Mianmar receberá agências estrangeiras

Ban informou que decisão do governo birmanês autoriza entrada no país de trabalhadores humanitários.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que o governo de Mianmar autorizou a entrada de trabalhadores estrangeiros de ajuda humanitária no país.

Ban falou a jornalistas, em Yangun, ex-capital do país, após uma reunião com o líder da junta militar que governa Mianmar, o general Than Shwe.

Socorro

Segundo Ban, o governo birmanês deixará passar trabalhadores de qualquer nacionalidade para ajudar no processo de socorro às vítimas do ciclone Nargis, que atingiu o país asiático há três semanas.

Segundo agências de notícias, o Nargis matou pelo menos 78 mil pessoas.

A porta-voz do Escritório das Nações Unidas de Assistência Humanitária, Ocha, Frederica D’Andrea disse à Rádio ONU, de Nova York, que a autorização ajudará a acelerar a assistências às vítimas.

Delta

“Sem dúvida, isso é um desenvolvimento positivo para os trabalhadores humanitários e para as pessoas afectadas pelo ciclone. O desafio agora é facilitar o movimento dos trabalhadores humanitários fora da capital para auxiliar as pessoas que ainda não receberam ajuda”.

Na quinta-feira, Ban Ki-moon sobrevoou de helicóptero uma das áreas mais atingidas pelo ciclone, o delta do Irrawaddy.

Ban disse que ficou chocado com o nível de destruição das localidades, ruas e pontes e sobretudo com a perda de vidas.

No domingo, o Secretário-Geral participará numa reunião com países-doadores para arrecadar recursos para os sobreviventes.

O encontro decorrerá em Yangun.