ONU pede US$ 201 milhões para socorrer Mianmar

25 maio 2008

Ban Ki-moon (foto) diz em conferência de doadores, em Yangun, que quantia deve atender 1,5 milhão de sobreviventes do ciclone Nargis.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.*

As Nações Unidas lançaram um apelo de emergência de US$ 201 milhões para assistência humanitária às vítimas do ciclone Nargis, em Mianmar.

Numa conferência realizada na ex-capital birmanesa, Yangun, Ban disse que apenas 20% da quantia tinham sido prometidos, e que o dinheiro ajudaria a salvar vidas.

Livre Acesso

Segundo o Centro de Informação da ONU na Tailândia, União Européia, China, Filipinas e Austrália prometeram juntas mais de US$ 100 milhões. Mas sob a condição de que trabalhadores estrangeiros de ajuda humanitária tenham acesso ao país.

Em seu discurso de abertura, Ban lembrou da palavra dada pelo líder da Junta Militar que governa Mianmar sobre abrir as portas do país.

O Secretário-Geral disse que se sentia animado com as discussões travadas com o general Than Shwe, que segundo ele concordou com a necessidade de agir rapidamente.

Seis Meses

Ban afirmou que os trabalhos de assistência devem durar pelo menos seis meses. Ele lembrou ainda dos esforços de reconstrução da infra-estrutura para que agricultores e pescadores possam voltar ao trabalho.

O governo da Índia prometeu enviar navios da marinha e aeronaves com carregamentos de remédios e comida, já nos próximos dias.

O Secretário-Geral da ONU chegou a Mianmar, na semana passada, para visitar as áreas afetadas pelo ciclone. Segundo ele, os sobreviventes precisam de água potável, saneamento e abrigo além de remédios e alimentos.

A conferência foi organizada com a ajuda da Associação de Nações do Sudeste Asiático, Asean.

Apresentação*: Eduardo Costa, Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud