OMS ajuda no controle de doenças em Mianmar

OMS ajuda no controle de doenças em Mianmar

Agência da ONU diz que contaminação com dengue e malária são as maiores preocupações após ciclone que matou 78 mil pessoas.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

Uma equipa da Organização Mundial da Saúde, OMS, informou que está a ajudar no controle de doenças contagiosas em Mianmar, após a passagem do ciclone Nargis no início do mês.

Segundo a OMS, os casos mais graves são a febre dengue e a malária. Especialistas da agência estão a distribuir informação para evitar surtos.

Seis Meses

De acordo com o governo birmanês, 78 mil pessoas morreram com a passagem do ciclone.

Na semana passada, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, visitou as áreas afectadas pela tragédia e disse que os trabalhos de recuperação devem durar no mínimo seis meses.

Ban também participou numa conferência de doadores no domingo, em Yangun, ex-capital do país. A ONU lançou um apelo de US$ 201 milhões.

Agências Humanitárias

Vários representantes da comunidade internacional prometeram dinheiro mas pediram ao governo de Miamar que deixe entrar no país trabalhadores de agências humanitárias estrangeiras.

O subsecretário de Assistência Humanitária da ONU, John Holmes, disse que pelo menos 2,5 milhões precisam de ajuda. Até ao momento, 42% das pessoas receberam auxílio.

Apresentação*: João Duarte, Rádio ONU em Nova York.