Tratado contra bombas de fragmentação aprovado

30 maio 2008

Ban Ki-moon elogiou adopção da convenção que proíbe estas armas; documento foi assinado por 111 países.

João Darte, Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, elogiou a adopção de uma convenção proibindo o uso de bombas de fragmentação.

A tratado foi aprovado no encerramento da Conferêncida Diplomática em Dublin, na República da Irlanda.

Brinquedos

Segundo a Missão da ONU no Líbano, centenas de locais com bombas de fragmentação foram deixados no sul do Líbano, em 2006, após o conflito entre militantes do movimento islâmico Hezbollah e forças israelitas.

De acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, grande parte das vítimas deste tipo de explosivo são crianças.

Elas costumam confundir as cores brilhantes dos objectos com brinquedos.

Segundo Ban, o acordo levará a um novo padrão internacional para aumentar a protecção de civis, reforçar os direitos humanos e melhorar as perspectivas de desenvolvimento.

Ele afirmou que todo o sistema das Nações Unidas está pronto para apoiar os países-membros do acordo na implementação das obrigações deste tratado.

Ban finalizou pedindo aos países-membros que assinem e ratifiquem o acordo sem demoras para que o mesmo possa entrar em vigor rapidamente.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud