ONU assinala Dia Mundial sem Tabaco

ONU assinala Dia Mundial sem Tabaco

Agência da ONU lança campanha Juventude Sem Tabaco que visa proteger 1,8 mil milhões de jovens.

Iara Luchiari, Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, lançou esta sexta-feira uma campanha pedindo para que os governos proibam a publicidade e promoção do tabaco.

A campanha pede ainda que a indústria do tabaco seja proibida de promover os seus produtos através do patrocínio de eventos.

O objectivo é proteger 1,8 mil milhões de jovens por todo o mundo.

A iniciativa faz parte das comemorações do Dia Mundial sem Tabaco.

Jovens

O director da Sociedade Brasileira de Cardiologia, Rui Ramos, falou à Rádio ONU, de São Paulo, sobre a campanha.

“Os jovens hoje são os principais iniciantes e estão começando muito cedo. A média de idade de um jovem começar a usar o tabaco é 11 anos e se nós atuarmos nas escolas, vamos obstruir isso”, disse.

O médico falou ainda sobre a importância da participação dos jovens no combate ao tabagismo.

“Tornando um jovem um anti-tabagista, ele também atua como um multiplicador do caso, 70% dos jovens que iniciam no tabagismo têm pais fumantes. Mudar um adulto é muito mais dificíl”, afirmou.

Vítimas

Segundo a OMS, doenças relacionadas com o uso do tabaco matam pelo menos 5,4 milhões de pessoas todos os anos .

De acordo com a organização, se nada for feito, o número de vítimas fatais pode subir para 8 milhões até 2030.

O Dia Mundial sem Tabaco é comemorado a 31 de maio.

Apresentação*: João Duarte, da Rádio ONU em Nova York.