ONU marca 1º Dia Mundial sobre Autismo BR

ONU marca 1º Dia Mundial sobre Autismo

Ban Ki-moon (foto) diz que data serve para conscientização; ele elogiou a coragem dos autistas e suas famílias para vencer desafios.~~

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas marcam nesta quarta-feira o Primeiro Dia Mundial sobre Conscientização do Autismo.

Numa mensagem sobre a data, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, elogiou a iniciativa do Catar e da família real do país pelos esforços de chamar a atenção sobre o tema.

Interação

O Catar foi um dos maiores incentivadores da proposta de criação do dia.

A médica da Organização Pan-Americana da Saúde, Maristela Monteiro, disse à Rádio ONU, de Washington, que o diagnóstico precoce pode ajudar no tratamento da síndrome.

“O autismo tem um prognóstico melhor quanto mais cedo for diagnosticado. É importante que os pais tenham consciência disto e, assim que notarem algum retardo no uso da linguagem, na interação social com os pais ou com outras crianças, levem seus filhos para fazer uma avaliação,que deve ser feita, preferencialmente, antes dos três anos de idade. Isso porque os serviços podem ser intensos e ter uma grande diferença no desenvolvimento das crianças ”, disse.

Vida Normal

Para a médica, apesar de não ter cura, uma pessoa com autismo tem mais condições de levar uma vida normal hoje que há décadas.

“A síndrome da desordem do autismo não tem cura. Mas, as pessoas podem levar vidas produtivas e completar sua instrução e , inclusive, viverem independentemente quando adultas, casarem e terem filhos”, disse.

Segundo Ban, a comemoração da data em 2008 coincide com o 60º Aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Coragem

Ele lembrou ainda que este ano entrará em vigor a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiências.

Para Ban, a data serve também para prestar homenagem à coragem das crianças autistas e de suas famílias, que lutam todos os dias para enfrentar a questão com determinação, criatividade e esperança.