Wyclef Jean pede fim da violência no Haiti

Wyclef Jean pede fim da violência no Haiti

Haitiano e ganhador do Grammy gravou depoimentos como parte de campanha da Missão da ONU no Haiti.

Ana Luiza Ponciano, Rádio ONU em Nova York*.

O músico haitiano de hip-hop e ganhador do Grammy, Wyclef Jean (foto), lançou uma campanha, organizada pelas Nações Unidas, sobre o fim da violência no Haiti.

Falando em crioulo haitiano, Jean disse que seqüestros de crianças e estupro de mulheres no país têm de acabar.

Sem Justificativa

Segundo ele, não há justificativa para os crimes.

O vencedor do Grammy pediu aos haitianos envolvidos com criminalidade que abandonem suas ações e trabalhem para melhorar o país.

A campanha da Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti, Minustah, está sendo veiculada em mais de 20 rádios e canais de TV pelo país.

Capital

O objetivo é conscientizar a população do combate à criminalidade, especialmente casos recentes de seqüestros de crianças.

No mês passado a Polícia Nacional do Haiti e a Minustah anunciaram a construção de barreiras nas estradas e patrulhas monitoradas pelo país para tentar controlar a onda de criminalidade.

Segundo a polícia, desde fevereiro ocorreram dezenas de seqüestros na capital, Porto Príncipe.

A Minustah é comandada pelo general brasileiro Carlos Alberto dos Santos Cruz.

*Apresentação: Monica Villela Grayley da Rádio ONU em Nova York