Japão e Banco Mundial dão bolsas para Harvard

4 abril 2008

Parceria já beneficiou 200 alunos de pós-graduação oriundos de países em desenvolvimento.

Cadija Tissiani, Rádio ONU em Nova York*.

O presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick, afirmou que a instituição pretende renovar uma parceria com o governo do Japão para conceder bolsas de estudo, na Universidade de Harvard, a estudantes de países em desenvolvimento.

O programa, lançado em 1987, é subsidiado pelo governo japonês e já beneficiou 200 alunos de pós-graduação.

Acordo

Pelo novo acordo, o Banco Mundial e o Japão destinariam US$ 5 milhões para financiar as bolsas até 2013.

Se aprovada, a nova fase da parceria, ajudará 32 alunos a obter títulos de mestres e doutores nas áreas de administração pública e relações internacionais em Harvard.

Objectivos

Segundo Zoellick, o objectivo é formar futuros líderes que façam a diferença na área de governação nos seus países de origem, de modo a contribuirem para a redução da pobreza.

A inciativa faz parte de um amplo programa de financiamento estudantil que já garantiu cerca de 4 mil bolsas de pós-graduação para estudantes de países em desenvolvimento em todo mundo.

*Apresentação: João Duarte da Rádio ONU em Nova York

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud