Missão da ONU condena saques no Haiti (Português para a África)

Missão da ONU condena saques no Haiti (Português para a África)

Posto da Minustah foi atacado por multidão que protestava contra alta nos preços dos alimentos.

Cadija Tissiani, da Rádio ONU em Nova York*.

A Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti, Minustah, condenou de forma veemente saques e o que chamou de outros actos de vandalismo contra um posto militar na cidade de Les Cayes, .

Incidentes como esse vêm acontecendo na região como forma de protesto da população contra os altos preços dos alimentos.

Entrave

Em comunicado, a Minustah frisou que continurá a apoiar a polícia nacional haitiana nas suas acções para conter os actos de violência.

Enfatizou ainda que manifestações dessa natureza são um entrave aos esforços das autoridades haitianas na sua luta por melhores condições de vida para a população.

Embora os saques não tenham causado danos graves, a Minustah afirmou que vai insistir para que os culpados sejam levados à justiça.

*Apresentação: João Duarte da Rádio ONU em Nova York