Auxílio a Darfur e Chade é difícil, diz Cruz Vermelha (Português para a África)

Auxílio a Darfur e Chade é difícil, diz Cruz Vermelha (Português para a África)

Organização diz que a intensificação dos combates na fronteira entre os dois países dificulta trabalho das agências.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

O Comité Internacional da Cruz Vermelha afirma que a instabilidade na região oriental do Chade e na província sudanesa de Darfur está a dificultar o trabalho da agência na região.

Segundo o relatório publicado esta terça-feira, os combates não ocorrem apenas entre as forças do governo e dos rebeldes mas envolvem também violência intercomunitária.

Intensidade

O relatório foi divulgado em Genebra e dá conta das actividades da organização entre janeiro e março deste ano.

Segundo o documento, são os civis que se encontram na região oeste de Darfur os mais afectados devido à intensidade dos combates.

A situação no Chade foi outro problema abordado. O vice-director de operações disse que embora os combates entre o governo e as forças rebeldes tenham parado, a situação permanece tensa devido aos conflitos inter-étnicos na região oriental do país.

Deslocados

O relatório defende que este tipo de conflitos teria levado à deslocação de mais de 150 mil pessoas desde 2005.

Segundo o relatório, o envio parcial de soldados de manutenção de paz para o Chade e o Sudão ainda não teve impacto sobre o problema da violência nas regiões afectadas.