Unesco amplia ondas de rádio-presídio no Caribe BR

Unesco amplia ondas de rádio-presídio no Caribe

Estação Free FM, criada em 2007 em parceria com agência da ONU, deve servir de modelo para rede nacional.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, anunciou a ampliação do alcance de uma emissora de rádio especializada em ouvintes-presidiários.

A estação, Free FM, criada em 2007 na Jamaica, opera no Centro de Correção de Adultos, um presídio da capital Kingston.

Projeto Piloto

O objetivo é promover a reabilitação social através da educação de presidiários.

Mas com a ampliação do alcance da emissora, que agora passa a ser online, a Unesco e as autoridades jamaicanas decidiram lançar a rádio como uma espécie de modelo para uma rede nacional de estações em presídios.

De acordo com a agência da ONU, a proposta é expandir a rádio para um presídio feminino e um centro de detenção de jovens.

O projeto piloto deve reforçar, no futuro, a rede de rádios em presídios por toda a região do Caribe.