Desafios da globalização em Moçambique

Desafios da globalização em Moçambique

Vice-ministro de Moçambique para a planificação e desenvolvimento, Victor Bernardo, acredita que globalização traz oportunidades.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

Em Accra, capital do Gana, decorre a 12ª Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, Unctad.

O tema do encontro são as oportunidades e desafios da globalização nos países em desenvolvimento.

A crise alimentar e o seu impacto sobre os esforços de combate à pobreza dominam as discussões dos delegados.

Impacto

O vice-ministro de Moçambique para a planificação e desenvolvimento, Victor Bernardo, está presente. O repórter Don Bobb do serviço em inglês da Rádio ONU, perguntou a Victor Bernardo qual o impacto da globalização em Moçambique. Para o vice-ministro, a globalização tem lados bons e maus.

O repórter Don Bobb perguntou também como é que o aumento nos preços dos alimentos tem afectado Moçambique. Victor Bernardo afirma que antes do aumento dos preços dos alimentos, Moçambique foi afectado pela alta no preço do petróleo.

Resultados

Na sua última questão, o repórter do serviço em inglês, Don Bobb, perguntou ao vice-ministro de Moçambique o que é que o país espera levar deste encontro.

Na opinião do vice-ministro, a Unctad é um orgão das Nações Unidas que dá voz aos sem voz.

O encontro da Unctad dura até ao dia 25 de abril. Antes do encontro, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que o encontro deverá articular uma estratégia efectiva para utilizar a globalização, comércio e investimento de forma a reduzir a pobreza e fomentar o crescimento económico.