Angola aposta na educação para o desarmamento

Angola aposta na educação para o desarmamento

Educação cívica é fundamental para o processo eleitoral

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

O embaixador de Angola nas Nações Unidas, Ismael Martins, (foto) afirma que o desarmamento da população civil é uma prioridade para o país.

Em entrevista exclusiva à Rádio ONU, em Nova York, ele afirma que em ano de eleições, a desminagem, e a educação cívica da população são factores fundamentais no processo de estabilização do país.

O desarmamento da população civil, segundo Ismael Martins, está a ser acompanhado de programas de educação cívica, com particular incidência em áreas urbanas.

Para o embaixador Ismael Martins trata-se de requisito importante no processo de preparar a população para as eleições.

São as primeiras eleições realizadas no país desde o fim do conflito em 2002.

A guerra civil em Angola terminou há seis anos após várias décadas de conflito.

Para a semana não perca a segunda parte da entrevista ao representante permanente de Angola nas Nações Unidas, Ismael Martins.