Banco Mundial alerta sobre geleiras

Banco Mundial alerta sobre geleiras

Países mais afetados são Peru, Bolívia e Equador, que abrigam 70% das montanhas de gelo.

Iara Luchiari, Rádio ONU em Nova York*.

Um estudo do Banco Mundial sugere que o aquecimento global está pondo em risco a existência de geleiras na América do Sul.

De acordo com a pesquisa, os países mais afetados são Peru, Bolívia e Equador, que abrigam 70% das geleiras em áreas tropicais.

Desaparecimento

Leia o boletim de Eduardo Costa, da Rádio ONU em Nova York.

“Segundo o Banco Mundial afirma que as montanhas de gelo da região já perderam cerca de 20% de seu volume, desde 1970.

O alerta se refere aos próximos 10 ou 20 anos, quando montanhas inteiras, localizadas em altitudes mais baixas, podem desaparecer.

Pelo estudo, a América Latina e o Caribe são as regiões vulneráveis a impactos climáticos.

O derretimento das geleiras terão efeitos importantes nos ecossistemas da área”.

Adaptação

A pesquisa sugere aos países andinos, alternativas de fornecimento de água, novas formas de produção de energia e o uso de sistemas de irrigação mais modernos.

Apresentação*: Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.