Trigo modificado beneficia fazendeiros

30 abril 2008

Semente transgênica poderá ser um instrumento para contrariar os efeitos das mudanças climáticas em África.

Cadija Tissiani, da Rádio ONU em Nova York*.

Cientistas do Instituto de Pesquisa em Agricultura do Quénia, Kari, em parceria com o Agência Internacional de Energia Atômica, Aiea, estão a desenvolver um tipo de semente de trigo mais resistente às secas e aos solos áridos de África.

A inovação, baseada em técnicas de biotecnologia e mutação genética, permitirá a pequenos agricultores cultivarem cereais em terras consideradas impróprias para cultivo.

Produção

A nova semente é também resistente a um tipo de fungo que ameaça as plantações de trigo em várias regiões africanas.

O trigo é o segundo maior cereal produzido no Quénia. O país importa cerca de dois terços das suas necessidades anuais.

*Apresentação: João Duarte da Rádio ONU em Nova York

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud