Moçambique organiza campanha de saneamento (Português para a África)

Moçambique organiza campanha de saneamento (Português para a África)

Iniciativa será lançada nesta segunda-feira pela primeira-minista, ~Luísa Dias Diogo.

Helder Gomes, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, e a Organização Mundial da Saúde, OMS, vão apoiar uma campanha nacional do governo de Moçambique para saneamento do meio e promoção da higiene.

A campanha será lançada nesta segunda-feira pela primeira-minista do país,

Luísa Dias Diogo.

O objectivo é promover a mudança dos hábitos de higiene como o uso correcto da latrina, lavagem das mãos, consumo de água limpa e tratamento do lixo.

Apoio técnico

Agências das Nações Unidas vão fornecer apoio financeiro e técnico, incluindo planificação, implementação, e avaliação dos programas.

Segundo as autoridades moçambicanas, o país tem sofrido enorme degradação do meio ambiente, devido ao rápido aumento da população urbana.

Objectivos do Milénio

A campanha integra-se ainda nas iniciativas para marcar o Ano Internacional do Saneamento que se celebra em 2008, e para acelerar a implementação dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio das Nações Unidas.

Uma das metas é reduzir para metade, até 2015, o número de pessoas vivendo sem acesso aos sistemas de saneamento.

Segundo a OMS, simples mudanças de comportamento em relação ao saneamento do meio e higiene pessoal podem ter grande impacto na saúde e bem estar da população.