Ban condena ataque à escola em Jerusalém (Português para o Brasil)

Ban condena ataque à escola em Jerusalém (Português para o Brasil)

Secretário-Geral da ONU disse que atos de violência e terrorismo podem minar processo político.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon (foto), condenou com veemência o ataque contra um seminário judaico em Jerusalém que matou oito pessoas e deixou pelo menos seis feridas.

Numa nota, através de sua porta-voz, Ban classificou o atentado de assassinato deliberado e deu condolências às famílias das vítimas.

Jantar

Segundo agências de notícias, o atirador teria se infiltrado no seminário religioso, no oeste de Jerusalém. Testemunhas dizem que o homem se dirigiu a um sala lotada de pessoas durante o jantar abrindo fogo em seguida.

A polícia israelense disse que o autor do atentado era palestino, e que ele vivia no leste de Jerusalém. Ele foi morto por um policial após o ataque.

Ban Ki-moon disse que está profundamente preocupado com a possibilidade de atos de terrorismo e violência minarem o processo político.

Segundo ele, a via diplomática deve ser seguida para se chegar a uma paz duradoura e segura para israelenses e palestinos. Ban lembrou da importância de uma solução de dois Estados, um israelense e outro palestino para que os dois povos possam viver lado a lado pacificamente.