ONU debate desafios de Estados-ilhas

12 março 2008

Infra-estrutura e melhor conexão com economia mundial são alguns dos problemas enfrentados por países como por exemplo, Timor-Leste (foto).

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

A conexão de países-ilhas espalhados no Oceano Pacífico com o resto do mundo é tema de um encontro de alto nível das Nações Unidas em Noumea no território da Nova Caledônia.

O encontro, organizado pela Comissão Econômica e Social para Ásia e Pacífico, Escap, prevê maior cooperação de governos da região para lidar com problemas como por exemplo o aquecimento global e a insegurança alimentar, entre outros.

Investidores

O embaixador do Timor-Leste nas Nações Unidas, Nelson Santos, disse à Rádio ONU que o país tenta implementar reformas para atrair mais investidores.

"A reforma do nosso setor de segurança, que está a trazer grandes problemas porque, sem ter uma situação de segurança estável, temos pouca confiança nessa área de segurança, paz e estabilidade. Essa é a prioridade número um para o governo de Timor-Leste. A segunda prioridade é o investimento nas infra-estruturas públicas. O governo tem dinheiro, temos que começar a investir em infra-estruturas para criar condições de transporte, de comunicação, para que a economia possa desenvolver", disse.

Segundo o estudo da comissão da ONU, um outro desafio é o custo das telecomunicações para Estados-ilhas.

Pela pesquisa mesmo na frente em nível de crescimento econômico nas últimas duas décadas, muitos países da Ásia e do Pacífico ainda mantêm grandes disparidades sobre suas economias.

O encontro na Nova Caledônia termina nesta quinta-feira.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud