Makeba reúne-se com vítimas de estupro na RD Congo

Makeba reúne-se com vítimas de estupro na RD Congo

Cantora sul-africana e embaixadora da Boa Vontade da FAO disse que violência contra mulher é uma situação de emergência.

Jorge Soares, Rádio ONU em Nova York.

A cantora Miriam Makeba (foto) encerrou nesta sexta-feira, quatro dias de viagem oficial à República Democrática do Congo.

Makeba é embaixadora da Boa Vontade da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO.

Emergência

Segundo ela, a violência contra mulher transformou-se numa situação de emergência no país africano.

Nesta entrevista à rádio congolesa Okapi, Makeba falou sobre uma visita anterior a Moçambique.

A cantora de Pata Pata disse que, como embaixadora da FAO, esteve em Moçambique para distribuir redes para pescadores locais numa das acções da agência da ONU.

Makeba contou que nesta missão na República Democrática do Congo, ela observou que as mulheres são responsáveis por 80% do sustento dos lares, e mesmo assim têm que lutar contra a violência de estupros e outros abusos.