ONU no Kosovo presta tributo a polícia morto

ONU no Kosovo presta tributo a polícia morto

O bóina-azul não resistiu a ferimentos causados por choques entre manifestantes e forças de segurança na cidade de Mitrovica.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

A Missão das Nações Unidas no Kosovo, Unmik, prestou tributo nesta terça-feira a um polícia ucraniano morto após choques entre manifestantes e forças da ONU no Kosovo, na segunda-feira.

A informação é da porta-voz de Ban Ki-moon, Michele Montas.

Operação

Montas disse que o representante especial do Secretário-Geral em Kosovo, Larry Rossin, deu condolências à família do bóina-azul da ONU.

Os confrontos entre kosovares-sérvios e polícias da ONU e da Organização do Tratado do Atlântico Norte, Otan, começaram após uma operação para retirar manifestantes que ocupavam um tribunal da cidade de Mitrovica, no norte do Kosovo, e considerada uma área sérvia.

Maioria

Cerca de 90% dos moradores de Kosovo são de origem albanesa. Uma minoria sérvia de 10% vive na região.

Considerada uma província sérvia pelo governo da Sérvia, o Kosovo declarou a sua independência em meados do mês passado mas Belgrado não reconheceu o acto e pediu que a ONU permaneça na administração do território.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu calma à população do Kosovo.