Indeferido apelo de ex-líder do Khmer Vermelho (Português para o Brasil)

20 março 2008

Tribunal, apoiado pelas Nações Unidas, rejeitou pedido de Nuon Chea para esperar julgamento em liberdade.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

O Tribunal do Camboja, que está julgando ex-líderes do Khmer Vermelho, rejeitou nesta quinta-feira um apelo de Nuon Chea para aguardar seu julgamento em liberdade.

O tribunal, apoiado pelas Nações Unidas, disse que o ex-vice de Pol Pot, que comandava o regime no Camboja terá que permanecer preso.

Crimes contra Humanidade

Nuon Chea é o mais antigo sobrevivente do regime acusado de matar centenas de milhares de pessoas na década de 1970.

Ele foi preso em setembro perto da fronteira com a Tailândia, e indiciado por crimes contra a humanidade. Mas Choa nega as acusações.

O Khmer Vermelho é responsabilizado pela morte de pessoas por maus-tratos, fome e trabalho forçado, entre outros motivos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud