Sida, a maior causa de morte de adultos na Ásia

Sida, a maior causa de morte de adultos na Ásia

Doença mata 440 mil pessoas anualmente; Ban Ki-moon pediu mais apoio para o combate do HIV na região.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

Um relatório da Comissão Independente sobre a Sida na Ásia sugere que a doença é a maior causa de morte de pessoas entre os 15 e os 44 anos no continente.

A comissão pediu aos países da região que formulem novas respostas para combater o vírus e reforçar políticas de prevenção.

O relatório foi lançado nesta quarta-feira na sede ONU, em Nova York, na presença do Secretário-Geral, Ban Ki-moon, e do director-executivo do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Sida, Unaids, Peter Piot.

Em seu discurso, Ban pediu mais engajamento de todos na luta contra o HIV na Ásia.

Ban Ki-moon lembrou que, há alguns anos, os países asiáticos responderam com resolução à ameaça da síndrome de deficiência respiratória, Sars. Ele disse que a região deve continuar empenhada no combate ao HIV.

O relatório também pede que empresários e governos assumam um papel mais activo além de incluir a participação da sociedade civil em todos os níveis de implementação e avaliação de políticas de combate ao HIV.

De acordo com o documento, se a Ásia não conseguir reverter o actual quadro, cerca de 8 milhões de adultos e crianças serão infectados pelo HIV entre 2008 e 2020.