Unicef alerta para crise humanitária na Somália (Português para a África)

14 fevereiro 2008

A agência afirma que cerca de 90 mil crianças somalis podem morrer nos próximos meses se não houver uma ajuda de emergência ao país.

Jorge Soares, da Rádio ONU em Nova York

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, estima que cerca de 90 mil crianças podem morrer na Somália nos próximos meses, se não houver uma ajuda humanitária de emergência ao país.

A agência informou ainda que não recebeu os US$ 47 milhões solicitados para operações humanitárias na Somália em 2008.

Segundo o Unicef, a agência necessita pelo menos US$ 10 milhões de dólares para manter programas nutricionais que vem desenvolvendo no país africano.

O representante do Unicef na Somália, Christian Balslev-Olesen, falou à Rádio ONU, de Genebra, na Suíça, sobre o drama somali.

Crise

Balslev disse que se a agência não assegurar a continuação das operações pode ocorrer uma crise humanitária.

Segundo ele, cerca de 24% da população somali depende de ajuda internacional.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud