Conselho de Segurança debate futuro do Kosovo

Conselho de Segurança debate futuro do Kosovo

A reunião que ocorre nesta quinta-feira foi solicitada pelo governo da Sérvia.

Jorge Soares, da Rádio ONU em Nova York

O Conselho de Segurança se reúne nesta quinta-feira em sessão especial para debater o futuro da província sérvia do Kosovo.

O anúncio foi feito pelo presidente rotativo do conselho, o embaixador do Panamá, Ricardo Alberto Arias.

Ele disse que o conselho decidiu realizar uma sessão privada respondendo a um pedido do governo da Sérvia.

Arias explicou que o ministro dos Negócios Estrangeiros, Vuk Jeremic, assistirá à reunião mas não participará das discussões.

Segundo o embaixador do Panamá, a solicitação contou com o apoio da Rússia, que é um dos cinco países-membros permanentes do Conselho de Segurança.

Negociações

“Os líderes políticos albaneses kosovares defendem a independência. Mas a Sérvia se opõe.

Em Dezembro, um relatório preparado pelo grupo, formado pela União Europeia, Rússia e Estados Unidos, indicou que, apesar das intensas negociações de alto nível, as duas partes não conseguiram chegar a um acordo sobre o estatuto final do Kosovo.

Proposta

O grupo foi instituído após a interrupção no processo de negociações que estava sendo conduzido pelo enviado especial do Secretário-Geral, Marti Ahtisaari.

O plano apresentado por Ahtisaari propõe uma constituição para o Kosovo que garanta os princípios de protecção aos direitos de todas as comunidades, assim como a representação de não-albaneses em instituições públicas”.

O Kosovo, uma província sérvia de maioria albanesa, é administrado pelas Nações Unidas desde 1999.