Acnur promete aumentar sua presença em Bagdad

18 fevereiro 2008

O alto-comissário da ONU para Refugiados, António Guterres (foto), concluiu nesta segunda-feira uma visita de dois dias ao Iraque.

Jorge Soares, da Rádio ONU em Nova York.

O Alto-Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, prometeu aumentar sua presença no Iraque para ajudar a preparar o regresso de milhares de iraquianos que foram obrigados a deixar suas casas.

O anúncio foi feito nesta segunda-feira pelo alto-comissário da ONU para Refugiados, António Guterres, que concluiu uma visita de dois dias ao Iraque.

Guterres informou que um representante do Acnur fixará residência em Bagdad, capital do país. Actualmente as operações da agência são coordenadas a partir de Amã, na Jordânia.

Refugiados

O Acnur estima que cerca de 2 milhões de iraquianos vivem em países vizinhos, principalmente na Síria e na Jordânia. Outros 2,2 milhões estão deslocados internamente.

O alto-comissário visitou ainda campos de refugiados nesses dois países de acolhimento e se encontrou com o rei da Jordânia, Abdallah II, e com o presidente sírio Bachar al-Assad.

Guterres disse que os representantes dos dois governos garantiram que os refugiados iraquianos não serão devolvidos à força ao seu país de origem.

Segundo o chefe da agência da ONU, o apoio da comunidade internacional continua a ser muito fraco em relação à dimensão do problema.

O chefe do Acnur pediu também ao governo de Bagdad que aumente sua assistência à população deslocada.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud