Unamid preocupada com segurança em Darfur
BR

25 fevereiro 2008

Unicef alertou para riscos que correm crianças separadas dos parentes por causa da violência.

Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

A Missão de Paz Mista da ONU e da União Africana para Darfur, no Sudão, Unamid, disse estar preocupada com os bombardeios ao povoado de Jebel Muun, no oeste da região, colocando em perigo a vida de milhares de civis.

O chefe da Unamid, Rodolph Adada, pediu no domingo o fim dos combates que já duram há mais de duas semanas.

Violência

Adada ressaltou que a via militar não é o caminho para resolver o problema de Darfur.

Nesta segunda-feira, o representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, no Sudão, Ted Chaiban, alertou para riscos que correm crianças separadas dos parentes por causa da violência.

Chaiban disse que lugares como escolas devem ser espaços seguros onde as populações podem encontrar abrigo em situações de confrontos.

Ele pediu também que sejam protegidos os hospitais e pontos de fornecimento de água.

Em relatório enviado, em 8 de fevereiro, ao Conselho de Segurança, o Secretário-Geral, Ban Ki-moon, defendeu que o fim dos combates é essencial para as operações da Unamid.

O objetivo das tropas da ONU e da União Africana é proteger a população de Darfur, onde acontece um conflito, desde 2003.

A violência na região já provocou mais de 200 mil mortos e obrigou 2 milhões de pessoas a deixar suas casas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud