ONU ajuda vítimas das enchentes no Equador BR

ONU ajuda vítimas das enchentes no Equador

Chuvas constantes desde janeiro causaram 16 mortos e mais de 315 mil pessoas foram afetadas.

Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Internacional para Migrações, OIM, e a Equipe de Emergência das Nações Unidas para o Equador, Unete, estão fornecendo abrigo, alimento e água potável às vítimas das enchentes que atingiram o país.

Segundo o governo equatoriano, as chuvas constantes desde janeiro causaram a morte de 16 pessoas nas províncias costeiras de Los Rios, Manabí e El Oro, e nas regiões andinas de Chimborazo, Azuay e Loja.

Destruição

O oficial de segurança da OIM, Vincenzo Cardela, falou à Rádio ONU, de Quito, sobre a situação no Equador.

"Neste momento, vários estados do Equador estão inundados. Há cerca de 315 mil pessoas afetadas, das quais 13.500 estão em albergues e 100 mil com necessidade de assistência humanitária", disse.

Estimativas iniciais apontam que 271 mil hectares de plantações de café, cacau, banana e cana-de-açúcar foram destruídas pelas águas.

O governo do Equador declarou estado de emergência na semana passada e fez um apelo de ajuda à comunidade internacional para enfrentar este desastre natural que atingiu 14 das 24 províncias do país.