Crescem casos de tuberculose ultra-resistente, diz OMS

26 fevereiro 2008

A agência da ONU revela que anualmente se registam 500 mil novos casos de tuberculose ultra-resistente a medicamentos.

Jorge Soares, da Rádio ONU

Um estudo da Organização Mundial da Saúde, OMS, revela que anualmente cerca de 500 mil pessoas contraem a tuberculose ultra-resistente a medicamentos.

A pesquisa foi realizada em 81 países e cobriu 90 mil pacientes.

A OMS afirma ainda que foi detectada uma variante incurável da doença em 45 países, entre eles a Arménia e a Estónia, na Europa do leste.

A informação foi divulgada nesta terça-feira, em Genebra, na Suíça, pelo coordenador da Unidade de Tuberculose Ultra-resistente da OMS, Paul Nunn.

Tratamento

Ele explicou que a resistência a medicamentos se desenvolve em pessoas que fazem o tratamento de forma irregular.

Segundo Paul Nunn, esses casos ocorrem devido a problemas nos sistemas de saúde que chegam a registar falhas no fornecimento dos fármacos.

De acordo com a OMS, a África Subsaariana é a região com maior incidência da doença e onde se regista grande ausência de laboratórios para identificar a tuberculose ultra-resistente.

De acordo com as Nações Unidas, a tuberculose mata anualmente mais de 1,7 milhão de pessoas no mundo.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud