Unicef apoia iniciativa para detectar autismo infantil

27 fevereiro 2008

Agência da ONU irá colaborar no treinamento de pediatras e outros especialistas na Malásia.

Helder Gomes, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, e o Ministério da Saúde da Malásia estão a desenvolver um programa para diagnosticar o autismo em crianças.

A agência da ONU irá colaborar no treinamento de pediatras, psicanalistas, terapeutas e enfermeiras na detecção precoce da doença.

O especialista em saúde mental da Organização Mundial de Saúde, OMS, José Bertolote, falou à Rádio ONU, em Genebra, sobre os sintomas do autismo nas crianças.

Relações sociais

"Uma criança que tem um atraso no desenvolvimento de relações sociais. Ela até pode se relacionar razoavelmente bem com pai e mãe e eventualmente com irmãos. Mas com estranhos, a criança entra em pânico. A criança com autismo também tem a tendência a movimentos repetitivos. Por exemplo, fica a girar em torno de uma mesa, sem parar. Elas têm uma fascinação por coisas que giram. Um objeto como um pião atrai enormemente a atenção da criança autista", disse.

Bertolote salienta que as crianças autistas têm condições de acompanhar o ensino escolar.

"Com a metodologia adequada, ela aprende. Aliás, há muitas crianças autistas extremamente inteligentes. O próprio indivíduo no qual o filme Ray Man foi baseado é um indivíduo com autismo que está sob intenso estudo pela Nasa porque ele tem habilidades fantásticas. Abre-se uma página de jornal, ele bate o olho nessa página e, em questão de segundos, ele memoriza", disse.

Cerca de 35 milhões de pessoas têm autismo em todo o mundo.

A Assembleia Geral da ONU aprovou, em Outubro de 2007, com o apoio de 50 países, um esboço para a criação do Dia Mundial de Consciencialização sobre Autismo.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud